quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Saudade




Saudade

Ontem fez 1 semana que perdemos um ente da família. Comunicamos esse fato para algumas pessoas próximas, nem todas sequer nos deram os pêsames ou disseram palavras de conforto. Provavelmente, pensam que não há grande sentimento de amor por não se tratar de ser humano.

Quem ama sabe a dor da perda, o difícil despertar sem aquela doce companhia. É duro aceitar, mas infelizmente faz parte da vida.

Dói saber que ela já foi feliz, teve um companheiro e filhos, mas depois que ele morreu, e Deus sabe onde foram parar os filhotinhos, ela entrou em tristeza profunda. O Steve veio para dar a ela um pouco de alegria, mas já era tarde demais, ela tinha "n" problemas graves de saúde. O amor entre ela e o Steve, no pouco tempo que passaram juntos, não foi suficiente para dissolver as doenças no seu corpinho.

Ficamos com ela até o final, usando dos recursos hospitalares para manter seu corpo vivo, até que ela parou de respirar. Enterramos a gatinha Emma (Tater) no parque em frente à nossa casa.

6 comentários:

  1. Triste, muito triste.

    O importante é que ela tenha sido feliz enquanto viveu. E pelo jeito, isso aconteceu, né?

    Abraço,

    Bia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Bia, muito obrigada pelo carinho, viu?

    Tanto a Emma quanto os outros bichinhos aqui em casa são tratados com respeito, então sim, podemos dizer que ela foi feliz enquanto viveu conosco. Respeito prá gente significa ser tratado como igual, além é claro, de amor, paciência e atenção.

    Abraços e ótima passagem de ano!

    ResponderExcluir
  3. Eu sinto muito, perdi uma (tenho um montão de adotados) filhinha felina e não sei se vai sarar, faz um mês exatamente mas dói muito. Tenho certeza que sua filhinha teve a melhor família e a mais certa para ela.

    ResponderExcluir
  4. Oi Veganinha, assim é a vida: vai sarar sim e tem que sarar, você tem outros filhinhos prá cuidar. Sei o quanto dói, mas isso é porque você amou demais. Te entendo, e essa dor só o tempo prá amenizar.

    Muito obrigada pelos sentimentos. Concordo com você, a Emma teve a melhor família, o único porém é que nos encontramos tarde demais.

    Abraços e obrigada!

    OBS: no canto direito deste blog, em "Páginas de Bem-Estar", clique em "Mensagens para reflexão", dê uma lidinha no último texto, "Relacionamentos".

    ResponderExcluir
  5. Poxa vida, sinto muito :( Também tenho vários filhos e um negrinho em especial, doi o coração so de pensar no dia que ele for também...

    ResponderExcluir
  6. Oi Izis, o amor é lindo! O que posso dizer é: amar muito, se entregar ao amor inteiramente, tratar bem, assim, quando eles se forem, a gente não tem nenhum arrependimento. Boa sorte e tudo de bom!

    ResponderExcluir