terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Aulas de Culinária Vegana

Foto de Esabela Cruz

Aulas de Culinária Vegana

Continuam as aulas de culinária sem ingredientes animais, Módulo Básico, toda semana em São Paulo. São 4 horas de aula, modos de preparações simples e acessíveis, pratos doces e salgados, ingredientes facilmente encontrados em qualquer supermercado.

Mais informações na aba "Aulas de Culinária" aqui neste blog:
www.lauravegan.com/p/aulas-de-culinaria.html

Espero você!
É fácil ser vegan!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Tapioca - faça você mesmo a massa!

Atenção! a tapioca fica pronta em segundos


Tapioca caseira

Não conheço quem não goste de comer tapioca, seja no café-da-manhã ou no lanche da tarde.

Recheada com goiabada, côco ralado, geleia de frutas, creme vegetal 100% vegetal, doce de abóbora, banana caramelizada com canela, creme de amendoim, brigadeiro vegano (receita de leite condensado caseiro: medidas iguais de leite de soja em pó + açúcar + água, bater no liquidificador), morangos e chocolate granulado sem leite, queijo vegano... fica a gosto e criatividade de cada um.


Massa da tapioca

Muito fácil fazer a massa da tapioca, tem de molhar a massa, cheguei numa medida perfeita: 2 canecas de polvilho doce de mandioca + meia caneca de água, ir despejando aos poucos e mexendo bem, esfarelando com as mãos até uniformizar a massa. Se precisar de mais água, despeje às colheradas e mexa. Se passar do ponto - a massa começa a "derreter", basta adicionar mais polvilho doce, também às colheradas, e mexer bem.

Teste uma massa para ver se está no ponto, em frigideira de ferro ou antiaderente, fogo baixo, pode-se utilizar peneira para ajudar a uniformizar a aparência, despeje até cobrir o fundo da frigideira, com o tempo você decide se quer mais grossinha ou fininha. Fica pronta em poucos segundos, tente virar jogando a tapioca para cima para finalizar o outro lado.


Amassando o polvilho de mandioca

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Churrasquinho vegano


Churrasquinho vegano

Recentemente comi um churrasquinho vegano na casa do meu amigo John, e confesso que foi o melhor que já comi na vida! Segue receita dele:


"Receita de Espetinho vegetal 

Ingredientes:
- espetinho de madeira (diminuir de acordo com o tamanho da frigideira, eu uso alicate)
- proteína de soja graúda 
- cebola 
- pimentão verde ou vermelho
- tomate – pode ser cereja (melhor para furar, cortar) 
- sal a gosto 
Modo de preparo:

- deixar a proteína de soja de molho (água com molho de soja, vinagre e sal) por 1 hora. 
- escorrer a água, amassar as proteínas com a mão para tirar excesso de líquido.
- montar os espetos: uma proteína de soja, vegetais, proteína, etc.
- regar os espetos com molho de soja ou outros tempero, sal a gosto.
- na frigideira colocar pouco óleo (eu uso azeite), por o espetinho, fechar com tampa para cozinhar com o calor e evitar que espirre (o tomate tem água).
- o óleo não deve cobrir o espeto, eu uso pouco azeite
- ir virando até fritar todos os lados, eu deixo queimadinho, use um garfo comprido. Cuidado, o espetinho fica bem quente.
- servir por cima de farinha de mandioca grossa crua
- caso prefira usar carvão, molhar bem os espetos já montados e passar azeite

O segredo é a combinação da cebola, pimentão, tomate e pouco azeite ou óleo, apenas o suficiente para cobrir a frigideira, ir acrescentando azeite ao passo que for fritando. 

Johny"


Tentamos fazer em casa. Ficou bom, mas espero ansiosamente comer novamente os espetinhos vegetais do John!

Fumegando na grelha de ferro

Até o gatinho Lennon ficou de olho

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Feliz Ano Novo!

Bolo de chocolate e banana, bolo de laranja, , quibe, pão-sem-queijo vegano e muito mais!


Feliz Ano Novo!

Desejo a todos um ótimo Ano Novo, com muita Paz e Amor entre humanos e animais!


Aulas de Culinária Vegana

Já começaram as inscrições para quem quiser aprender a culinária vegana básica. As aulas que ministro têm duração de 4 horas e ensinam modos de preparações básicos que habilitam a pessoa a cozinhar sem utilizar derivados animais.

Para participar, leia as instruções contidas na aba "Aulas de Culinária Vegan".

Fotos gentilmente clicadas por Johnny Nicacio.


Pão-sem-queijo vegano

Burgers de azeitonas, tirinhas de glúten, nuggets de brócolis

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Natal Vegano 2016

Natal Vegano

Mais um Natal que comemoro em companhia de pessoas queridas e especiais que acabam se tornando sua família. Uma família que aceita sem preconceitos. Um Natal de Paz, sem nenhum animal morto à mesa, apenas excelente comida vegana e animais vivos para celebrar conosco a Vida!

Agradeço a todos por criar esse momento de esperança e exemplo para os animais e para o mundo.

Em tempo: esse Natal Vegano aqui em São Paulo é aberto a todos que quiserem participar, basta se conectar comigo em alguma rede social. Não é preciso ser vegano para participar. Basta trazer algum prato salgado ou doce livre de qualquer ingrediente animal, ou então refrigerantes ou sucos de fruta prontos.


Ache o Alinho

Ache o Alinho

Alinho




Assado Natalino do Steve

Estrogonofe de palmito, assado natalino, maionese, salada de macarrão, panetone, tudo vegano!

Panetone de chocolate sem leite, ovos ou margarina



Assado de cogumelos do John

Maionese de legumes sem ovos

Nancy e sua deliciosa salada colorida

Bolo de chocolate e nozes da Silmara

Bolo de chocolate e nozes da Silmara

Mesa com delícias natalinas








quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Panetone caseiro sem ovos fácil



Panetone caseiro vegano fácil

Sem ovos, sem leite, sem manteiga, caseiro, sem conservantes, sem essência artificial, muito saboroso e fácil de fazer. Espero que aproveite essa receita simples e econômica.

Boas Festas!

Ingredientes:

- 1 kg. de farinha de trigo
- 2 xícaras de açúcar (pode ser mascavo)
- 1/2 xícara de óleo vegetal
- 1 pitada de sal
- raspa e suco de 3 laranjas
- 100g. de fermento fresco para pão (fermento biológico, daqueles que se compra na padaria)
- recheio: 200g. de chocolate sem lactose picado, ou frutas como damasco e uvas passas, ou ainda nozes

Modo de fazer:

1) Num copo, misture o fermento fresco com 1 colher de sal e 1 colher de açúcar, vai virar um líquido; reserve. Numa bacia grande, misture 100g. da farinha de trigo com esse fermento, coloque um pouco de água também para formar uma massa tipo esponjosa, misture bem e cubra com um pano, deixe crescer por 20 minutos.

2) Misture a essa massa esponjosa (que deverá ter crescido bastante) o restante da farinha de trigo, açúcar, óleo, sal, raspas e suco de laranja, se necessário acrescente mais água até a massa ficar moldável e macia. Misture bem, por último coloque o recheio de sua preferência, cubra com pano e aguarde mais 20 minutos.

3) Separe 4 fôrmas para panetone de 500g. Divida a massa em 4 porções iguais, não rasgue a massa na mão, corte com espátula e coloque em cada forminha, o ideal é passar um pouco da metade da forminha. Deixe crescer até dobrar de tamanho.

4) Assim que estiver bem crescido, aproximadamente 1-2 horas, leve ao forno para assar na temperatura média/alto por 50 minutos mais ou menos.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Dia de Ação de Graças - Thanksgiving Day



Dia de Ação de Graças sem crueldade

Todo ano comemoramos o Dia de Ação de Graças aqui em casa por causa do Steve, que nasceu em Seattle, Estados Unidos. É uma data festiva americana tão comemorada quanto o Natal, mas sem presentes. A ceia é o principal. O dia sempre muda, por ser a quarta 5ªf do mês de novembro.

O presidente dos Estados Unidos sempre celebra a passagem simbolizando com um peru de verdade, "perdoando" o animal, que depois vai ser abatido. Que tristeza, pois o espírito dessa comemoração é agradecer tudo de bom da vida.

Aqui em casa é só alegria: ceia farta e apenas animais vivos comemorando conosco à mesa. Confira nossa adaptação vegana e à brasileira:


Receita de Assado Recheado de Ação de Graças

Recheio:
- 4 pães de sal (de padaria, pão francês) ou outro, picados em cubos médios
- azeite a gosto
- temperos: sumo de limão, alho-poró, nozes picadas, sal, alho picado
- 1/2 copo de água
Numa frigideira, leve tudo para refogar bem até dourar. Reserve.

Crosta:
- 2 copos de glúten em pó
- 1 copo de qualquer feijão cozido
- 1/2 copo de azeite, gordura vegetal ou outro óleo vegetal
- molho de soja a gosto
- temperos  gosto: sal, páprica, tomilho, sálvia, pimenta-do-reino, linhaça em pó, alecrim

Modo de preparo:
Misture os temperos ao glúten seco, em seguida vá misturando os ingredientes restantes. Sobre uma tábua, abra essa massa, espalhe o recheio e feche. Eu gosto de utilizar barbante ou linha de costura para ajudar a não abrir.

Leve numa assadeira untada com tampa; se não tiver, cubra com papel alumínio. Vai ficar aproximadamente 50 minutos em forno alto; lembre-se de pincelar com uma mistura de azeite ou óleo de gergelim e shoyu por 2 ou 3 vezes.



Receita de Torta de Abóbora Doce

Recheio:
- 1 abóbora moranga ou outra
- 1/2 copo de leite de soja ou outro leite vegetal
- 1/2 copo de açúcar
- temperos a gosto: canela e cravo em pó, gengibre ralado ou em pó, noz-moscada
Corte a abóbora ao meio e leve para assar por meia hora em forno alto em assadeira untada, com a parte cortada para baixo; deixe esfriar e retire a polpa com a ajuda de uma colher grande.

Crosta:
- 2 xícaras de fariha de trigo
- 1/2 xícara de óleo de côco, margarina 100% vegetal ou gordura vegetal hidrogenada
- 4 colheres de água gelada
- 2 colheres de açúcar
- 1 pitada de sal
Misture tudo; se precisar, adicione mais 1 ou 2 colheres de água gelada.


Uma variação dessa crosta é utilizar uma embalagem de biscoitos tipo maria ou maizena, esfarelá-los no liquidificador e fazer uma massa adicionando margarina 100% vegetal ou óleo de côco. Certifique-se de comprar biscoito sem derivados animais, como leite ou margarina com resíduos de leite em pó.

Pronto, agora é só levar a torta de abóbora para assar por meia hora ou menos, até a crosta dourar bem. Sirva gelada.




Outros pratos - acompanhamentos:

Além de uma bonita e colorida salada que todos vão apreciar, você também pode preparar purê de batatas, é típico dessa ceia. Sirva com vagens levemente refogadas. O Steve disse que arroz não é comum.


Se encontrar frutinhas cranberry, faça um molho açucarado para acompanhar o jantar. E bom apetite!