quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Canja sem galinha / Salada de frutas / Sorvete

sorvete Soroko: o melhor!

Sorvete vegano

Tem coisa mais gostosa que salada de fruta nesse calor? Ainda mais com geleia de morango caseira, feita por mim, e côco natural ralado na hora. É pedir pra repetir! 

No jantar, aproveitando a brisinha da noite, fiz uma canja sem galinha... facinho, piquei alguns legumes, coloquei meia xícara de arroz e cozinhei na pressão por 20 minutos. Delícia!

No começo desta semana, estávamos andando pela Avenida Paulista, e vimos que estava havendo mostra de filmes embaixo do Trianon-Masp. Acho super interessante essa iniciativa cultural, tem de ser mais divulgado e acontecer mais vezes e em mais partes da cidade.

Andamos mais um pouquinho e chegamos na sorveteria do Sr. Soroko: o melhor sorvete! O Steve ficava admirado quando eu me derretia pelos sorvetes americanos industrializados, porque, na opinião dele, nada melhor que o sabor natural do sorvete caseiro do Sr. Soroko.

Confira opções de restaurantes veganos no Brasil.


salada de frutas com geléia de morango

canja sem galinha


filme na Paulista


Torta salgada de proteína de soja

 

Hmmm... essa receita eu já postei aqui, mas é uma dica tão boa e rápida de fazer quando se está com pressa e com fome, que decidi colocar de novo.

Torta salgada
Ingredientes:
- 2 xícaras de farinha de trigo
- 1 xícaras de água
- 1/3 xícara de óleo vegetal
- 1 colher de fermento em pó
- sal a gosto, colorau

Misture a farinha, óleo, sal e colorau, vá adicionando água meio morna até dar um ponto de massa de bolo: cremosa sem ser líquida ou muito dura de mexer com a colher. Ponha o fermento e mexa de novo rapidamente. Numa fôrma untada e enfarinhada, coloque metade da massa, o recheio que preferir (usei proteína de soja do almoço), o restante da massa e leve ao forno até sentir cheirinho de coisa boa. Sirva com salada. 


Bazar Vegano

coxinhas veganas

Bazar Vegano

No domingo fomos ao Bazar Vegano em São Caetano do Sul. Havia um show de rock que o Steve queria muito ir, era logo após o Bazar, assim, nos programamos, e combinamos de nos encontrar com meu amigo Jorel lá no Bazar. Antes eu votei, claro, e em seguida fomos para lá.

A energia estava muito positiva no Bazar Vegano e ganhei diversos presentinhos: comida, cosméticos, bottons, adesivos, posters, etc, tudo de amigos, e fiquei bem feliz com isso. Encontrei várias pessoas queridas, algumas que não via há um tempão, e conheci pessoalmente amigos que só tinha notícias on line. Conheci um moço mineiro super bacana que me reconheceu: "você é a Laura Kim?", por causa do trabalho ativista do site veganismo.org.br, é muito gratificante ver quanta informação leva-se adiante para as pessoas, e consequentemente, o bem que faz para os animais. 
Ver o trabalho que as pessoas fazem em cidades tão distantes de grandes centros como São Paulo, o ativismo, ver que elas se unem em grupos, isso é demais. Achei demais o ativismo desse moço, o empenho em mostrar o veganismo para os demais.

Também interessante que as pessoas ainda lembram da Padaria Vegana, uma moça bem bonita me reconheceu no show de rock, disse que ia todo fim-de-semana com o namorado lá. E isso já faz bem mais de 3 anos! Realmente, a ideia da Padaria Vegana foi genial, pena que eu não estava pronta para administrar.

camisetas da Arte Vegan

sanduíche do Broto de Primavera

cones deliciosos do Veganildo
bolos sem ovos ou leite

produtos veganos Surya
bottons de proteção animal

creme dental Contente
produtos naturais do Cheiro de Mato
banquina do Move Institute

livros sobre direitos animais
cupcakes do Las Vegans

pães veganos
grupo Ativeg
camisetas veganas do Fabiu

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Sanduíche de tofu / Hamburguer

sanduíche de tofu e tomate seco

Restaurante Vegacy

Semana passado tínhamos ido ao restaurante Vegacy na Rua Augusta, já que o Steve estava rondando a Avenida Paulista em busca de um ponto comercial. Pedi um sanduíche de tofu grelhado com tomate seco, que estava divino, e o Steve pediu hamburguer com fritas.

Clique para mais opções de restaurantes veganos no Brasil.


hamburguer vegano

Zona Cerealista / Parque Ibirapuera

falafel vegano

Costumo ir à Zona Ceralista mais de uma vez por mês. Lá eu compro: arroz integral, farinha de trigo integral, polvilho azedo para pão-sem-queijo, castanhas-do-pará e outras nozes para fazer leite vegano, mortadela vegetal, azeite de dendê, gergelim e mais uma infinidade de alimentos naturais a preço justo.

Mas a foto que tirei não foi bem de alimento natural... mas é vegano, então vale a pena. Esses salgadinhos de pacote da marca Vitao realmente são mais saudáveis que os outros e não contêm derivados animais. São deliciosos e mais baratos que os convencionais!

À noite, estávamos sem saber ao certo onde jantar, quando, voltando para casa, passamos em frente a uma casa árabe. O Steve olhou o menu, tinha falafel, nos certificamos que não continha nenhum ingrediente animal (nessa hora tem de ser chato mesmo, perguntar sem vergonha), e foi a melhor coisa que podíamos ter feito naquela noite... que delícia de falafel! Sabor alho, da próxima vez vamos pedir sabor zatar.

Meu amigo Jorel e o Steve disseram que geralmente os falafel são veganos, ou seja, não contêm derivados animais. Eles são feitos de grão-de-bico amassado e frito, com temperos de ervas, e depois enrolados no pão sírio (que não contém ovos ou leite), passado no tahine. É um prato árabe delicioso!

E de quebra, fotos da fonte do Parque Ibirapuera. O Steve ama de paixão esse parque, por ele, toda tarde estaria lá.

salgadinhos Vitao

fontes no Parque Ibirapuera

Pizzas - Hare Krisna



Pizzas - Hare Krisna

Aprendi a cozinhar com um hare-krisna, o Lila Prasada, e a mulher, Indra. Eles me ensinaram a fazer hamburguer vegano e bolo sem ovos ou leite. Depois disso, senti que podia fazer tudo vegan.

Essas fotos foram de outra noite agradável no Centro Cultural Vrinda, a casa dos Hare Krisna aqui em São Paulo. É aquela história: se as fotos pudessem transmitir o cheiro e o amor que o pessoal hare-krisna põe na comida...

Um dos meninos de lá, um jovem lindinho que conheço de vista há um tempinho, depois me enviou uma mensagem dizendo que se sentiram honrados com minha visita. Fiquei tão feliz! Lógico que prá mim que é uma honra participar dessa família que sempre me acolheram com tanto amor.

Toda sexta-feira, eles estão exibindo filmes e oferecendo deliciosa comida vegana a preço simbólico. Uma forma de conscientização do pessoal jovem, através de arte e cultura.



Sorvete e almoço na Avenida Paulista

almoço do Vegacy

Restaurante Vegacy

Já faz um tempo que o Steve estava com essas fotos no celular. Vamos ver se eu tomo jeito e carrego minha câmera, em vez de ficar pedindo o telefone dele toda hora que eu quero uma foto...

A foto do sorvete foi tirada na sorveteria Soroko, na Rua Augusta, a mais tradicional sorveteria do centro de São Paulo. Metade dos sorvetes são sem lactose ou qualquer outro ingrediente animal, portanto, veganos, e são feitos lá mesmo, de modo caseiro, por ele e pela mulher, dona Regina. O local é ponto de encontro de vegans porque o seu Soroko sempre teve preocupação e carinho com a comunidade vegana. Vale a pena a ida, todos os sorvetes são feitos com frutas naturais e são irresistíveis! Alguns sabores: amora, cupuaçu, limão, banana, graviola, açaí, pitanga, melancia etc...

Acho que nesse mesmo dia tínhamos ido ao Vegacy, restaurante vegano do lado Jardins da Rua Augusta. O almoço, simples e agradável, é saboroso, e à tarde até o começo da noite funciona a lanchonete, com hamburgueres, salgadinhos e alguns doces. Muito bom, e uma ótima pedida para quem precisa comer fora do horário.

Clique para mais opções de restaurantes veganos no Brasil.


sorvetes veganos do Soroko

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Molho caseiro de tomates / Açaí

açaí delicioso


Outro almoço delicioso com hamburguer da Ecobras, acompanhado de mandioquinha refogada, arroz, alface americana e vagem ao alho e óleo. Suco de goiaba sem açúcar para refrescar!

No jantar, macarrão sem ovos (fácil de encontrar em supermercados) com molho caseiro de tomates.

Molho caseiro de tomates:

- 2 kg. de tomates maduros lavados
- coloque 2 copos de água na panela de pressão

Cozinhe na pressão durante 10 minutos.

Depois retire o ar da panela, lavando-a embaixo da torneira ou espere o ar sair.

Então abra a panela, e com uma escumadeira retire os tomates, colocando no liquidificador. Talvez você tenha de colocar em 2 etapas. Bata os tomates e leve para cozinhar numa panela grande, pode ser à meia tampa.

Cozinhe até o molho encorpar, pegar uma cor vermelho escura, e não ter mais bolhas, aproximadamente 20-30 minutos.

Depois, o Steve refogou o molho de tomates pronto no óleo e alho moído, com proteína de soja e pimentão picado. Temperou a gosto. Que delícia!

De sobremesa, açaí com bananas e granola sem mel. Nesse calor, é uma das melhores sobremesas que existe!



almoço com hamburguer Ecobras

macarrão sem ovos

Tofu empanado frito

tofu empanado frito

Tofu empanado frito

- 1 bloco de tofu firme cortado em pedaços
- 4 colheres de farinha de trigo
- 1/2 xícara de água
- sal, orégano, pimenta-do-reino a gosto

Faça uma mistura com a farinha de trigo, os temperos e água, caso necessite, adicione mais água. Tem de ficar um creme pastoso. Você pode usar farinha de rosca ou pão seco batido no liquidificador para empanar, ou então fritar somente envolvendo cada pedaço de tofu nesse creme, e fritar em seguida.

O Steve usou no jantar para preparar mais um daqueles deliciosos pratos orientais, super rápidos de fazer e saudáveis!

Numa frigideira wok, em 2 colheres de óleo, ele juntou 6 batatas pequenas em cubinhos e 1/2 berinjela em cubos, refogando bem. Depois que estava bem dourado, juntou o tofu, cebolinha verde picadinha, temperos a gosto, juntou mais 2 colheres de óleo, refogou mais um pouco, e pronto!


prato usando o tofu frito

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Farofa de mandioca

linguiça calabresa vegana


Esse prato ficou parecido com o da feijoada, mas ficou tão saboroso que resolvi postar também. E a farofa, que delícia! Ah, também estou fazendo gersal, aquela mistura de gergelim com sal para temperar a comida.


Farofa de mandioca

- 250g. de farinha de mandioca
- 1 cebola picadinha
- meia cabeça de alho moído
- sal, pimenta-do-reino, cominho, pimenta calabresa desidratada, a gosto

Numa panela, fogo médio, coloque 4 colheres de azeite de dendê, a cebola, alho, frite rapidamente, jogue a farinha de mandioca, vá fritando com cuidado para não queimar. Adicione os temperos a gosto.

Depois que estiver dourada a seu gosto, retire imediatamente da panela para não queimar.

A outra foto é de um lanchinho da noite, com chá mate com gotas de limão, torradinhas e salgadinhos de pacote sem derivados animais.



geléia de maracujá e margarina vegana - creme vegetal

Feijoada light



Feijoada light

No sábado de feriado vieram gravar aqui em casa para um programa de tevê. A matéria seria sobre o crescimento do consumo de carne, com o crescente aumento do número de casos de câncer.

Lógico que caprichei, preparei um delicioso café-da-manhã com pão-sem-queijo, bolo de chocolate, mortadela vegana, leite de castanhas e de soja, pão na chapa. Pena que esqueci as fotos!

Para o almoço, fiz os preparativos para uma bela feijoada vegana: temperos refogados no côco seco, feijão preto com pimentão vermelho, canela em pau, linguiça calabresa vegana... De acompanhamento, farofa de mandioca com castanhas, couve no alho e bananas fritas. Que delícia de almoço!

E a melhor surpresa é que meu filho adorou a comida.



Bife de glúten com ervilhas



Bife de glúten 

Eu já mostrei aqui como se faz o bife de glúten ou seitan. Super simples e rápido prá quem gosta de fazer em casa. Receita aqui.

Fiz um almoço com bife de glúten em tirinhas, temperei apenas com molho shoyu. Acompanhando: arroz, ervilhas partidas com cenoura em cubinhos, farofa de mandioca e salada de folhas verdes.

E de lanche à tarde: hamburger da Ecobras, com pimentões fatiados e alface americana (lá nos States é chamada de "iceberg"). Acompanhado de chips!


quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Bolo de fubá

bolo de fubá

Uma das coisas que mais adoro fazer é bolo doce. Tem coisa mais gostosa que estar em casa e tomar, no café-da-tarde, um bolinho de fubá com cafezinho? Ainda mais em companhia de quem você gosta, então...


Bolo de fubá
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de fubá
  • 2 xícaras de açúcar
  • 2 xícaras de água morna ou leite de côco
  • 1/2 de xícara de óleo vegetal
  • 1 colher de fermento químico em pó
  • açúcar e canela para polvilhar

Ligue o forno no médio, unte e enfarinhe uma fôrma média.

Misture todos os ingredientes, com exceção do fermento, é melhor deixá-lo para o final. A consistência da massa deve ficar cremosa, sem ser seca ou líquida demais: quando você virar a bacia para o lado, a mistura deve acompanhar o movimento.

Asse por aproximadamente quarenta minutos ou mais. Com certeza, você vai sentir o cheirinho de bolo, que vai te dizer que está pronto. Mesmo assim, certifique-se, enfiando um garfo: se sair seco e limpo, está perfeito!

Na foto ao lado, um exemplo de almoço descomplicado: arroz, feijão preto, salada e um assado de batatas, cebolas, tomates, temperado com coentro, pimenta-do-reino, cominho e azeite de oliva.


almoço descomplicado

Hamburguer de arroz e feijão

hamburguers prontos

Geralmente eu faço a comida para não ter sobras, mas às vezes sobra um pouquinho, não tem jeito. Quando acontece, eu congelo e depois penso no que fazer.

Quando juntei uma xícara de arroz e outra de feijão, decidi fazer um hamburguer.

Hamburguer de arroz e feijão
- 1 xícara de arroz cozido
- 1 xícara de feijão cozido
- temperos a gosto: cebola picadinha, orégano, sal, pimenta-do-reino, cominho
- farinha de mandioca e de trigo suficiente para dar liga

Bata no liquidificador o arroz e o feijão com um tiquinho de água, até formar um creme. Despeje numa bacia, misture os temperos, então vá adicionando um pouco de farinha de mandioca e de trigo para dar liga. A massa deve ficar moldável. Pode fritar, assar ou grelhar. Delícia!

hamburguers de arroz e feijão

Hamburger - danete vegano da Ecobras

danete vegano Ecobras

Hamburger - danete vegano da Ecobras

Outro dia minha amiga Paula da Ecobras me mandou uns deliciosos produtos veganos deles. Eles têm tudo de bom: hamburguers, tofu simples e com salsa, patês de salsinha, ervas finas, cebola e alho, tofu defumado, maionese, danetes de chocolate e café. Tudo vegano, orgânico e natural!

O Steve amou e nem precisa dizer que à noite ele já preparou um delicioso hamburger de milho e gergelim prá gente, acompanhado de fritas.

O bom é que os produtos Ecobras são facilmente encontrados nos supermercados Pão-de-Açúcar, dentre outros pontos.


fritas com hamburguer Ecobras

Almoço simples, delicioso e saudável

almoço vegano natural

Almoço simples, delicioso e saudável

Outro dia, depois da feira, resolvi fazer um almoço simples: arroz, feijão preto, abóbora moranga, bananas fritas, salada de alface americana e acelga, acompanhado de suco de laranja. Tudo fresquinho e natural, que delícia!

Geleia de morangos

geléia de morangos caseira

Geleia de morangos

Aqui em casa sempre tem geleia de frutas fresquinha. É tão fácil de fazer, e uma vez que você aprende o jeito, não se acostuma mais a passar no pão geleia industrializada com todos aqueles aditivos químicos.


Receita de geleia de morangos
  • 2 caixinhas de morangos lavados e sem os cabinhos
  • aproximadamente a mesma quantidade de açúcar

Leve ao fogo baixo e vá mexendo de vez em quando até começar a desgrudar da panela,  aproximadamente 30 minutos.

Deixe esfriar antes de guardar na geladeira. Rende dois potinhos de vidro.



deixe ferver