quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Ano-Novo!

Torta doce sem açúcar, e suco de laranja 100% puro


Desejo de Ano-Novo: Paz e Harmonia entre Humanos e Animais

A vida humana precisa dessas coisas: um ano inteiro pra fazer o balanço, analisar o que funcionou, planejar o que há de ser feito no ano que vem, etc.

Este ano que passou foi de muitas pequenas vitórias pra mim, uma delas foi passar meses sem consumir açúcar refinado, mesmo mascavo. É possível!

Na foto, estou segurando uma torta doce crudívora, não vai ao forno, não leva nenhum açúcar industrializado, e é super fácil de fazer.


Receita de torta doce crua (3 camadas):

Camada de baixo
  • 1 copo de castanhas ou nozes, amêndoas, amendoim, etc ; pode ser de 1 tipo só ou misturado
  • 1 copo de frutas desidratadas: ameixas, cranberries, uvas passas, tudo sem caroço; pode ser de 1 tipo só ou misturado
Triture no liquidificador ou processador. Disponha numa fôrma de vidro e ajeite com espátula.


Camada do meio
  • 6 bananas sem casca congeladas
  • cacau em pó a gosto
  • a gosto: cranberries ou ameixas ou tâmaras desidratadas picadas
Triture no liquidificador ou processador. Disponha sobre a 1ª camada.


Camada de cima
  • 1 mamão pequeno descascado e sem sementes
  • 3 bananas sem casca congeladas
Triture no liquidificador ou processador. Disponha sobre a 2ª camada e está pronto!

Está pronto para comer agora! Se for comer mais tarde, coloque no congelador; na hora de servir, retire 30 minutos antes. Corte com uma espátula de metal, se tiver, ou com muito cuidado com uma faca.

Bom Ano-Novo :)

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Natal Vegano



Natal Vegano

Mais uma vez tivemos um Natal Vegano em companhia de amigos queridos. Considero um grande privilégio passar a Noite do dia 24 de dezembro do jeito que se deseja.

Não sou religiosa, mas acho o Natal uma época bonita por conta da decoração e do espírito natalino. Porém, para celebrar verdadeiramente esse espírito, essa data não deveria ser comemorada com animais mortos à mesa. A prova disso é o Natal Vegano que fazemos todos os anos, e que com certeza muitas outras pessoas em diversos países fazem também.

Aqui em casa, todos são bem-vindos, veganos ou não, e todos se sentem à vontade e passam uma verdadeira Noite Feliz com muita comida livre de origem animal. Você também pode participar, basta entrar em contato comigo!

Fotos de Natais passados aqui.

Mais uma Noite Feliz em companhia de amigos queridos :)
Gratidão!


Mesa cheia de delícias livres de origem animal

Mesa cheia de delícias livres de origem animal

Mesa cheia de delícias livres de origem animal
















quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Maionese sem ovos caseira




Sugestão para Ceia de Natal: Maionese de legumes

Ingredientes:
  • uma batata média cozida e gelada;
  • uma cenoura pequena cozida e gelada;
  • um terço de xícara de água ou leite vegetal gelado;
  • meia colher de sal;
  • meio copo de óleo vegetal.

No liquidificador, coloque a batata, cenoura, água, sal, e ligue o aparelho. Mantendo ligado, vá adicionando um fio de óleo até dar o ponto desejado da maionese. Guarde em vidro fechado na geladeira.

É super importante que os ingredientes estejam o mais gelado possível! E o óleo precisa ser despejado em fio mesmo, bem aos poucos. Senão a maionese desanda.

Dica de receita: junte legumes variados cozidos e picados como batata, cenoura, vagem, adicione tomate fresco e salsinha picadinhos, e também um refogado de cebola e alho. Misture tudo e decore a gosto.

Cuscuz fácil gostoso



Sugestão para Ceia de Natal: Cuscuz vegano 

 Ingredientes:
  • 4 xícaras de farinha de milho
  • 4 xícaras de água
  • 2 tomates picados
  • 1 pimentão vermelho picadinho
  • 1 pimentão verde picadinho
  • 1 cebola picadinha
  • 1 xícara de palmito picadinho
  • meia xícara de azeitonas verdes ou pretas
  • meia xícara de ervilhas ou milho
  • salsinha picadinha a gosto, sal a gosto, alho, pimentinha ou molho de pimenta a gosto

Refogue os pimentões, cebola e alho em óleo vegetal ou azeite-de-dendê até dourar, em seguida adicione os tomates, palmito, azeitonas, ervilhas, pimentinha, misture tudo e refogue mais um pouquinho; adicione a farinha de milho, sal e água, mexa bem até formar uma mistura homogênea.

Deixe esfriando.

Numa fôrma de anel, coloque alguns ingredientes no fundo, tipo fatias de tomate, tirinhas de pimentão, rodelas de palmito, azeitonas etc, para ficar bonito quando desenformar. Agora pegue a mistura e aperte bem na fôrma.

Mantenha na geladeira. Desenforme na hora de servir.

Manjar de côco com calda de ameixa




Sugestão para sobremesa da Ceia de Natal:

Manjar de coco com calda de ameixa

Ingredientes:
  • 1/2 litro de leite de soja ou leite caseiro de castanha
  • 1/2 litro de leite de coco*
  • 1 copo de coco ralado
  • 1 copo de açúcar
  • 1 copo de amido de milho

Dissolva o amido de milho no leite, leve tudo numa panelinha ao fogo, mexa sempre até engrossar, depois que começar a engrossar, continue mexendo por mais 1 minuto.

Para esfriar na hora, ponha essa panelinha em outro recipiente maior com água gelada, mexa de vez em quando para não formar película em cima; vá adicionando gelo à água quando necessário.

Calda: bata no liquidificador 4 ameixas com 1 copo de água, despeje numa forma, coloque a mistura do manjar por cima, leve à geladeira para gelar. Sirva desenformado e decorado com ameixas.


*Leite de côco caseiro:

Bata no liquidificador:
  • meio litro de água morna
  • pedaços de coco seco, 1/3 do coco é suficiente, ou 300g. de côco ralado

Coe e está pronto o leite de coco caseiro, delicioso, fresquinho e natural.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Glúten assado em calda de frutas



Sugestão para a Ceia de Natal: Glúten assado em calda de frutas!

Ingredientes:

• 1 xícara de glúten em pó
• 1 xícara de água

Obs: não é farinha de glúten; tem de ser glúten puro, glúten de trigo ou glúten em pó!

Modo de fazer:

Misture bem o glúten com a água até formar uma bola que nem chiclete.

Em seguida, coloque-a numa panela, cubra com água e leve para ferver aproximadamente por 15-20 minutos no fogo baixo. Pode virar a bola na metade do tempo, se desejar.

No glúten da foto eu misturei azeitonas fatiadas e fiz um assado, coloquei numa assadeira com bastante calda de frutas, ameixas e pêssegos de compota. Fui fatiando o glúten para a calda penetrar e ficar mais saboroso. Assei em forno bem quente até dourar (40 minutos).

Churrasquinho de proteína de soja



Sugestão para a Ceia de Natal: Churrasquinho de proteína de soja!

Ingredientes:
  • 2 xícaras de proteína de soja grande
  • 2 abobrinhas
  • 2 pimentões vermelhos
  • 2 xícaras de cebolas pequenas ou 2 cebolas cortadas em cubos
  • limão, alho, sal a gosto
  • espetinhos para churrasquinho
  • opcionais: abacaxi ou outro legume ou fruta de sua preferência

Hidrate a proteína de soja graúda em água morna por 15 minutos. Enquanto isso, pique os ingredientes em cubos.

Faça um caldo com limão, sal, alho moído e outro tempero que preferir. Você pode bater no liquidificador azeite, salsinha, coentro e demais temperos. Aproximadamente 1 xícara de caldo é suficiente.

Escorra e aperte até sair toda a água de dentro da proteína de soja e coloque-a numa bacia com os demais ingredientes picados, regue com o caldo e deixe de molho por uma noite se puder, se não, pelo menos alguns minutos. Quanto mais tempo de molho, melhor, para a pvt absorver o tempero.

Depois de montar os espetinhos, você pode assar no forno convencional, grelhar em chapa de ferro ou refogar em frigideira, de todo jeito fica uma delícia!

sábado, 19 de dezembro de 2015

Sorvete 100% natural de manga

Sorvete 100% natural de manga


Sugestão de sobremesa para a Ceia de Natal: sorvete 100% natural de frutas

Essa sim é uma sobremesa que todos podem comer sem culpa no corpo nem na alma.

Muito fácil de fazer!
  • basta ter frutas congeladas na noite anterior; 
  • na hora de preparar, retire 5 minutos antes do freezer, e coloque os pedaços da fruta escolhida dentro do liquidificador;
  • utilize a função "pulsar" do seu liquidificador; se grudar nas paredes do copo, desligue, retire da base pra não causar acidentes, mexa com espátula, feche a tampa, retorne o copo para a base do liquidificador, e volte a bater no modo "pulsar".
  • repita esse processo algumas vezes até os pedaços de frutas congeladas se tornarem massa de sorvete! Incrível!

Frutas que ficam ótimas pra se usar no sorvete natural: banana, manga, figo, abacate, kiwi, atemoia, morango, amora, caqui, mamão, abacaxi, etc.

As frutas devem ser bem maduras pra serem congeladas, e obviamente descascadas. O ideal é acondicionar os pedaços de frutas no freezer em pote de vidro com tampa.

Steaks de glúten

Steaks de glúten com maionese sem ovos


Sugestão pra Ceia de Natal: steak de glúten

Pra quem mora em local de fácil acesso a lojas que vendem glúten e, claro, quem gosta de glúten, uma boa pedida é fazer steaks de glúten. 

Faça na noite anterior um molho com:
  • sumo de limões
  • salsinha ou outra erva de sua preferência
  • molho de soja (shoyu)

Faça um molho bem forte de temperos e deixe o glúten de molho durante a noite. No dia seguinte, você pode assar dispondo os bifinhos numa assadeira, ou então utilizar uma chapa de ferro pra grelhar os steaks de glúten.

Como fazer o glúten: receita aqui.



Deixe o glúten de molho à noite

Steaks de glúten na chapa de ferro

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Lasanha fácil rápida

Lasanha na Ceia de Natal

Sugestão pra Ceia de Natal: lasanha fácil rápida!

Utilizei:
  • massa pra pastel sem origem animal (ler no rótulo se não contém banha de porco ou etcs);
  • molho de tomates pronto sem origem animal;
  • proteína de soja miúda escura;
  • 1 abobrinha fatiada.

Só montei os ingredientes acima na travessa e assei em forno alto por 30 minutos.

Ah! batata palha de pacotinho, também cheque no rótulo se não contém resíduos animais (geralmente contém derivados de leite), e coma em paz :)

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Creme tipo ricota caseiro

Creme delicioso pra acompanhar a salada, batido com cenoura ficou amarelinho


Creme tipo ricota caseiro fácil

Uma dica ótima pra se aproveitar o resíduo dos leites vegetais feitos a partir de frutas oleaginosas (amendoim, macadâmias, castanhas, amêndoas, pistaches, etc) é preparar um creme tipo ricota pra acompanhar saladas ou passar em torradinhas.

Sabe aquela massinha que sobra no coador de pano quando você faz o leite vegetal? Vá guardando num potinho de vidro no freezer, pode ser que demore alguns dias até juntar uma certa quantidade. Quando estiver cheio, descongele na geladeira na noite anterior.
 
Em seguida, bata no liquidificador com:
  • a mesma medida de água
  • 1/4 da medida de azeite ou outro óleo vegetal bom, tipo: óleo puro bruto de macadâmias, linhaça, etc
  • sal a gosto
  • temperos a gosto: salsinha, orégano, tomate seco, azeitonas, cebola, etc.

Pronto! Você tem um riquíssimo creme tipo ricota temperado do jeito que você gosta pra passar em crackers, torradinhas, pães, no recheio de sanduíches, "wraps", e também em saladas. Além de ter aproveitado integralmente o alimento :)

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Cosméticos anti-idade MBoah

Hidratante corporal com ativos anti-idade


MBoah cosméticos hidratantes anti-idade

Estou super feliz com os cosméticos MBoah! Têm selo vegano, que significa não testados em animais, e sem derivados de animais na composição. Também são 0% parabenos, petrolatos, corantes e formol :)

A MBoah tem uma linha de hidratantes feminina, masculina, infantil, mais de 60 anos, hipoalergênica e Tattoo, própria pra quem acabou de se tatuar e quer cuidar da pele com carinho, que fica super sensível após a tatuagem e na fase de cicatrização.

Estou na foto com o hidratante corporal masculino, adoro cosméticos com esse cheiro!

Vale a pena conhecer os cosméticos MBoah!

sábado, 5 de dezembro de 2015

Panetone caseiro fácil

Amei meu panetone


Panetone caseiro fácil

Sem ovos, sem leite, sem manteiga, caseiro, sem conservantes, sem essência artificial, muito saboroso e fácil de fazer. Espero que aproveite essa receita simples e econômica.

Boas Festas!


Ingredientes:
  • 1 kg. de farinha de trigo
  • 2 xícaras de açúcar (pode ser mascavo)
  • 1/2 xícara de óleo vegetal
  • 1 pitada de sal
  • raspa e suco de 3 laranjas
  • 100g. de fermento fresco para pão (fermento biológico, daqueles que se compra na padaria)
  • recheio: 200g. de chocolate sem lactose picado, ou frutas como damasco e uvas passas, ou ainda nozes

Modo de fazer:

1) Num copo, misture o fermento fresco com 1 colher de sal e 1 colher de açúcar, vai virar um líquido; reserve. Numa bacia grande, misture 100g. da farinha de trigo com esse fermento, coloque um pouco de água também para formar uma massa tipo esponjosa, misture bem e cubra com um pano, deixe crescer por 20 minutos.

2) Misture a essa massa esponjosa (que deverá ter crescido bastante) o restante da farinha de trigo, açúcar, óleo, sal, raspas e suco de laranja, se necessário acrescente mais água até a massa ficar moldável e macia. Misture bem, por último coloque o recheio de sua preferência, cubra com pano e aguarde mais 20 minutos.

3) Separe 4 fôrmas para panetone de 500g. Divida a massa em 4 porções iguais, não rasgue a massa na mão, corte com espátula e coloque em cada forminha, o ideal é passar um pouco da metade da forminha. Deixe crescer até dobrar de tamanho.

4) Assim que estiver bem crescido, aproximadamente 1-2 horas, leve ao forno para assar na temperatura média/alto por 50 minutos mais ou menos.


Daniela muito sorridente com o mini-panetone


quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Estrogonofe super fácil

Comemos com batata palha de saquinho (leia no rótulo se não contém origem animal)


Estrogonofe rápido livre de crueldade

Adoro comida natural, mas se engana quem pensa que não como alimentos industrializados. Pra mim, o importante é ser vegan! Dou prioridade aos alimentos frescos, mas às vezes, na correria do dia-a-dia, é melhor preparar uma refeição à base de produtos industrializados, do que não comer nada, ou pior ainda, comer derivados animais!

O jantar dessa noite foi super rápido! Enquanto o arroz ficou no fogo, o Steve juntou:
  • uma garrafa de molho de tomates pronto 
  • proteína de soja graúda hidratada e espremida
  • pimentões amarelos picados, já que ele não gosta de cogumelos
  • leite de côco (também industrializado)

Ferva o molho de tomates com a proteína de soja e os pimentões (ou cogumelos), desligue e adicione leite de côco. Sirva com arroz e batata palha.




domingo, 29 de novembro de 2015

Show do Morrissey em Brasília

Claudio Cesar, Luisa Magalhães, Camila Steck e Thiago Vilela


Show do Morrissey em Brasília

Estou muito feliz com o ativismo realizado no show do Morrissey em Brasília. Fui contatada pela PETA, maior ONG mundial pelos direitos dos animais, a estar nos shows dele no Brasil com uma mesa informativa sobre Veganismo.

Não poderia ter acertado mais em cheio! Eu, fazendo o que mais gosto, em companhia de valorosos amigos e assistindo vipamente um cantor que eu curtia desde minha adolescência. Perfeito!

Compareci aos shows de São Paulo e Rio de Janeiro; em Brasília, tive a preciosa colaboração do Thiago Vilela do restaurante vegano Faz Bem, que liderou o ativismo com maestria em conjunto com seus colegas de ativismo Claudio Cesar, Luisa Magalhães e Camila Steck.

Durante o show, são exibidos no telão vídeos chocantes de maus-tratos aos animais e seres humanos, correlacionando as violências, onde somente o que muda é a vítima.

Gratidão ao PETA, especialmente à Maru Vigo, ao Morrissey e equipe, e aos amigos ativistas Thiago Vilela, Claudio Cesar, Luisa Magalhães e Camila Steck!

Fotos do ativismo do grupo no Net Live, Asa Norte, em Brasília.



Ativismo na entrada do show

Cenas de realidade dos animais nas indústrias leiteiras

Mensagem final de Morrissey

Ativismo na entrada do show

A mesa informativa da PETA em Brasília

Ativismo na entrada do show

A mesa informativa da PETA em Brasília

Panfletos informativos de direitos animais

Panfletos informativos de direitos animais


Dvds informativos de direitos animais

Panfletos informativos de direitos animais

Como comprar sapatos sem origem animal

A rede Anabella de calçados femininos tem etiqueta informativa em todos os calçados


Comprando calçados livres de crueldade

É fácil comprar sapatos sem origem animal: basta olhar na etiqueta, ou certificar-se com o gerente da loja, perguntando, mesmo. Como consumidores, temos o direito de saber a procedência do material que estamos comprando.

Caso tenha uma marca de preferência, vale a pena entrar em contato com o SAC da indústria previamente, por email ou telefone, questionando sobre os materiais utilizados.

Dica: a Piccadilly, desde a década de 80, somente utiliza materiais livres de origem animal em seus calçados :)

Não perguntem sobre a cola que é utilizada, talvez nem mesmo o fabricante saiba responder; a meta do Veganismo é minimizar o máximo possível a exploração animal, cortando de imediato o que podemos. Alimentação e calçados é algo que podemos boicotar tranquilamente, sem esforço; assim, subprodutos derivados de origem animal que seriam utilizados na cola de sapatos, por exemplo, não serão mais fabricados.


Veganos

Quem quer se tornar vegano deve utilizar calçados e roupas livres de origem animal, pois seria hipocrisia não comer um bife de vaca mas utilizar sua pele como sapato, né?

Materiais a boicotar (não comprar): couro de vaca ou de qualquer outro animal; lã animal; seda verdadeira; plumas e penas de aves; qualquer matéria-prima de origem animal. Às vezes o calçado por fora é feito de tecido mas a palmilha é de couro animal, cuidado, você não vai querer ficar pisando no bichinho.

Pode comprar: couro ecológico ou couro sintético, é o nome dado atualmente à antiga napa, courvim ou courino, material plástico sintético que imita aparência e textura de couro animal; pode comprar também qualquer material que afirme ser sintético, como camurça sintética.

O vegano deve ser coerente com sua filosofia de vida. Há muitas opções e ficamos felizes, com a consciência tranquila, quando passamos a viver do modo como acreditamos :)



Minha tia, minha mãe, eu e Steve, todos calçando sapatos livre de crueldade, posando no Tempo Zu Lai, Cotia, SP

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Como assar bolo sem untar a assadeira

Bolo de festa decorado com chantili 100% vegetal


Utilizando papel toalha em vez de untar a assadeira: passo-a-passo

Essa dica é para aquelas pessoas que não gostam de sujar as mãos com óleo na hora de untar a assadeira. Eu costumo espalhar o óleo ou margarina 100% vegetal com um guardanapo, mas há pessoas que nem isso gostam de fazer.

Então, a dica é utilizar papel toalha! Basta espalhar o papel toalha no fundo da assadeira, e jogar a massa por cima, em seguida leve para assar.


Receita de chantili 100% vegetal

Já que mostrei a dica fácil de não untar a fôrma, vou dar também a dica de como fazer chantili vegan, se você conseguir comprar os 2 ingredientes, que são muito baratos e fáceis de se encontrar.

  • 1 caixinha de creme de leite de soja (encontrado em lojas de produtos naturais, rede Pão-de-Açúcar e Carrefour, dentre outros supermercados, ou online nas lojas que comercializam esse produto)
  • 1 colher de chá de emulsificante (encontrado em lojas de artigos para festa, embalagens para festa, atacadões de doces, etc; custa menos que o creme de leite de soja)

Como fazer: deixe o creme de leite de soja na geladeira de um dia pro outro, até gelar bem; não é para congelar. Então, utilize a batedeira para bater o creme de leite de soja gelado com a colher de emulsificante até dar ponto de chantili. Pronto!

Rende chantili suficiente para cobrir um bolo grande.

Receitas de bolos sem lactose, sem ovos, sem margarina, sem colesterol: procure na lateral direita deste blog. Obrigada.