terça-feira, 30 de abril de 2013

Broa de milho mineira vegana

Broa de milho


Adaptei uma receita de broa de milho que está dando certo aqui em casa.


Broa de milho

  • 4 xícaras de farinha de milho
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 xícara de côco ralado
  • 1 colher de erva-doce
  • 1 pitada de sal
  • 1/2 xícara de óleo vegetal
  • 2 xícaras de água
  • 1 colher de fermento em pó para bolo

Misture todos os ingredientes, o fermento é sempre no final, depois de tudo estar misturado. Forno médio.

Prá quem não tem "grill" no forno, como eu, vire as broas quando estiverem douradas, para dourar dos 2 lados.

Ah! Dica: untei a fôrma com óleo, depois salpiquei açúcar, fica ainda mais delicioso!


Steve aprova salada de frutas

Sorvete vegano na lanchonete Prime Dog - SP

Sorvete vegano do Prime Dog


Sorvete vegano na Prime Dog - SP

Novamente, privilégio para os paulistas: sorvete vegano no Prime Dog. Para os vegans mais antigos, é sabido que sorvete bom é na Soroko, mas para quem quer variar, a lanchonete Prime Dog está com deliciosos sorvetes veganos de vários sabores: morango, frutas vermelhas, limão, chocolate, flocos, creme, etc.

Nem precisa dizer que já virei fã!


Prime Dog Lanchonete
Lanchonete, funciona de 2ª a domingo. Opções vegans: beirute de soja, sobremesas, hamburger de soja, maionese vegana, acaí, sucos, batata frita, nuggets de soja, hot dog prensado.
Rua Vergueiro, 1960 - Vila Mariana - tel: 11 5539-0179

Mais endereços de onde comer bem no Brasil aqui.

Jantar na Pizzaria Lar Vegan

Prato feito do Lar Vegan: risoto de shitake


Jantar na Pizzaria Lar Vegan - São Paulo

O Lar Vegetariano Vegan, famoso pelos queijos veganos vendidos em vários estabelecimentos de São Paulo, agora está oferecendo jantar às quartas e quintas-feiras, além das noitadas de pizzas às sextas-feiras e sábados.

Fomos eu, o Steve e meu filho Rafael na inauguração do jantar, e para nossa surpresa, meu filho comeu tudinho! O prato foi risoto de shitake, com maionese de batatas e um queijo vegano muito saboroso, tudo delicioso e com gostinho de comida caseira.

Pizzaria Lar Vegan
Almoço, jantar, pizzas, lanches, doces, milk-shakes, encomendas de bolos, salgadinhos, mussarelas e catupiris vegans. Também delivery. Vale a pena lembrar que os ingredientes são orgânicos.

Veja mais endereços veganos de onde comer bem no Brasil.


Aniversário da Gabi

Brigadeiro vegano de colher!

Aniversário da Gabi

Sábado passado fomos na festa de aniversário da Gabi, ela estava muito feliz por fazer uma festa vegan. E foi um sucesso! Foram muitas pessoas, familiares, parentes etc, e todos adoraram as delícias vegans.

A casa dela tem uma energia muito boa de família, amor, harmonia. Os bichinhos de estimação então, nem se fala! Parecem bonequinhas.

A Gabi encomendou pão de metro, tinha recheio de: vegarela (mussarela vegana), tofu, glutadela (mortadela de glúten). Os salgadinhos: empadinha, coxinha, quibe, croissant, esfirrinha.

De doces, ela e a mãe fizeram brigadeiro de colher! Irresistível, mas eu não comi pois precisei sair mais cedo, nunca mais faço isso na casa da Gabi, me arrependi demais.

E bolo, havia dois: ela e o namorado Carlos fizeram um prestígio (chocolate com côco), e ela tinha pedido outro de pêssego. Ai que delícia! Enfim, todos ficaram satisfeitíssimos, a festa foi um sucesso total, lembrança boa para a vida, e o melhor: tudo vegan!

Dicas de onde comprar salgadinhos, bolos para festas etc, tudo vegano, no Brasil todo.



Gabi feliz e linda apagando velinhas

Empadinhas, coxinhas etc vegans

Sanduíches de metro

Pizzas vegans e salgadinhos

Bolo vegan de pêssego




terça-feira, 23 de abril de 2013

Restaurante vegetariano - São Paulo

Prato do Steve

Restaurante vegetariano 

Amo fotografar belos pratos vegans. E o bom é que sempre são saborosos!

Essas fotos foram tiradas naquele restaurante na Avenida Jabaquara, próximo do metrô Praça da Árvore, que tem ótimas opções vegans. Comemos nesse dia: chips de jiló, tempurá de legumes, tofu defumado ao molho churrasco, bolinho de algas marinhas,e muito mais! Tudo delicioso e cheiroso!

Esse dia quase que meu prato ficou do tamanho do prato do Steve.

Mais opções de restaurantes veganos aqui nesta lista.


Meu prato

Bolo de limão com chantili vegan

Bolo de limão com chantili vegan


Esta receita de bolo é basicamente a mesma do bolo de laranja. Acho que este sabor combina bem com chantili vegan.


Bolo de limão 

  • 4 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de açúcar
  • meia xícara de óleo
  • 3 limões: raspe a casca, utilize o sumo espremido
  • aproximadamente 2 xícaras de água
  • 2 colheres de fermento em pó
  • 1 pitada de sal

Unte e enfarinhe uma fôrma. Ligue o forno no médio. Vá misturando os ingredientes, primeiro os secos, depois os molhados, lembrando que fermento sempre é no final. A água, vá colocando aos poucos, pois assim que estiver com consistência de creme grosso, pode parar de adicionar água.

Mexa com a colher de pau até começar a verificar pequenas bolhas de ar na massa. Depois é só levar para assar.


Receita de chantili caseiro

  • 1 pacote de creme de leite de soja
  • 1 colher de emulsificante vegetal (comprado em lojas de artigos para festas, atacadão de doces)

Leve o creme de leite de soja na geladeira por algumas horas até gelar.
Bata na batedeira com o emulsificante até virar chantili.
Pode acrescentar açúcar e corantes artificiais.


Confira dicas de produtos veganos aqui.

Café-da-manhã vegano

Café-da-manhã vegan

Café-da-manhã vegano

Esta é só uma postagem básica prá mostrar o que ando comendo no café-da-manhã:

  • pão-sem-queijo vegano
  • bolinho simples de chocolate com côco
  • cafezinho com leite de castanhas-do-pará

Delicioso, saudável e vegan!

Confira aqui muitas receitas veganas testadas e aprovadas.

Bolo de laranja com calda de chocolate

Bolo de laranja com calda de chocolate


Olá amigos, com satisfação posto outra receita aqui. Embora bem facinha e repetida, mesmo assim vale a pena: bolo de laranja com calda de chocolate.


Bolo de laranja 

  • 4 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1/4 xícara de óleo
  • 2 xícaras de suco de laranja
  • raspas de laranja
  • 2 colheres de fermento em pó
  • 1 pitada de sal

Unte e enfarinhe uma fôrma. Ligue o forno no médio. Vá misturando os ingredientes, primeiro os secos, depois os molhados, lembrando que fermento sempre é no final. A água, vá colocando aos poucos, pois assim que estiver com consistência de creme de leite, pode parar de adicionar água. A massa não pode ficar líquida, nem muito consistente.

Mexa com a colher de pau até começar a verificar pequenas bolhas de ar na massa. Mexa delicadamente, não mexa vigorosamente. Depois é só levar para assar em forno médio.

A calda eu misturei chocolate meio amargo em barra picado derretido com meia xícara de leite de côco.



domingo, 14 de abril de 2013

Festa de aniversário vegana brasileira

Salgadinhos veganos


Festa de aniversário vegana brasileira

Hoje teve festa de aniversário aqui em casa, o Steve comemorou mais um ano de vida entre amigos. Foi um dia muito feliz com o pessoal, obrigada!

O Steve é americano, então decidi fazer uma festa à moda brasileira prá mostrar prá ele as delícias do Brasil. Resolvi preparar tudo: salgadinhos, docinhos e bolo. Foi bem cansativo, quase 20 horas de trabalho, mas valeu a pena. Por sorte, todos gostaram!

Fiz: coxinha de palmito, quibe, pão-sem-queijo, croquete, esfirra, torta salgada. De docinhos: brigadeiro, beijinho e cajuzinho, todos com leite condensado caseiro. O bolo fiz de abacaxi, laranja e côco, com recheio de doce de leite de soja, coberto com chantili 100% vegetal.

As receitas estão no site Veganismo Brasil. Caso não tenha alguma receita lá, basta pedir que envio por email. Esta semana vou dar uma atualizada na página e colocar receitas novas, algumas inclusive que o pessoal pede bastante, como leite condensado caseiro vegano.

Engraçado que nos Estados Unidos não tem delícias como essas em festas! Acho que é porque dá bastante trabalho fazer, e o povo lá é bem prático.





Bolo vegano com chantili 100% vegetal
Recheio: doce de leite de soja



Docinhos veganos

Salgadinhos veganos

terça-feira, 2 de abril de 2013

Sorvetes do Soroko - São Paulo

Sorvetes do Soroko


Sorvetes veganos

Já falei que o sorvete do Soroko é nosso preferido? Poisé, ele e a esposa fazem o sorvete com frutas frescas, o sabor é inesquecível. Amo: chocolate, morango, maracujá, café etc., com caldinha de chocolate quente por cima.

Uma vez, o Steve tinha experimentado aqui em São Paulo. E lá nos Estados Unidos, como eu nunca tinha provado sorvetes veganos industrializados, provei à vontade. E o Steve falava: como é que você consegue achar bom esses sorvetes, tendo um sorvete como o do Soroko?

Privilégio para os paulistas!

Sorveteria Soroko
Sorveteria, funciona de 2ª a domingo. Opções vegans: os sorvetes veganos localizam-se no primeiro freezer.
Rua Augusta, 305 - Consolação - tel: 11 3258-8939

Mais opções de restaurantes veganos aqui.


Geléia de ameixas / Leite de castanhas

Café-da-manhã delicioso

Receita de geléia de ameixas

  • 1 kg. e 1/2 de ameixas frescas
  • 1 kg. de açúcar

Retire as sementes das ameixas, pique-as grosseiramente e leve ao fogo numa panela. Mexa de vez em quando. Vai soltar bastante água. O ponto é quando começar a desgrudar do fundo da panela.

Lógico que pode variar as frutas: morangos, uvas etc. Usamos ameixas porque o Steve foi na hora da "xepa" e comprou um sacão por 1 real.


Receita de leite de castanhas

  • 2 xícaras de água
  • 1/2 xícara de castanhas do seu gosto: castanha-do-pará, amêndoas, gergelim, nozes, etc

Bater no liquidificador até dissolver as sementes. Coar num paninho de voal. Não ferver (coagula facilmente), mas pode aquecer.

Esse leite é perfeito, puro, com café, quente, gelado com frutas, com cacau em pó, com côco ralado, canela etc. Não dá alergias e fornece as vitaminas necessárias para o vegano.


Pizza de liquidificador



Esses dias resolvi tentar aquela receita de pizza de liquidificador. Deu certo, mas não se compara com a massa de pizza sovada e com o tempo certo para crescer. Enfim, prá um lanche, fica perfeito.


Pizza de liquidificador

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 xícara de água
  • 1/2 xícara de óleo
  • 1 colher de fermento para pão
  • 1 colher de açúcar
  • 1 colher de sal

Misture o fermento, açúcar e sal à farinha de trigo. Adicione o óleo e a água, vai ficar um creme espesso. Unte e enfarinhe uma fôrma, daí espalhe o creme com uma colher. Leve para assar até ficar consistente, retire do forno e espalhe seu recheio preferido. Agora leve para assar novamente até dourar em cima.

Nessa noite, o Steve tinha feito um queijo vegano de castanhas, ficou muito bom.

Ah, não usei liquidificador rs.



Bife de arroz

Almoço típico brasileiro: arroz, feijão e bife


Bife de arroz

Mais uma vez fiz bife de arroz. Prático, nutritivo e delicioso! Sabe as sobras da refeição anterior? Então, faça uma massa dando liga com farinha de mandioca e adicione mais temperos a gosto. Pode usar feijão, batata, mandioca, etc., o que estiver cozido na sua geladeira.

Ingredientes:
  • 1 xícara de arroz, feijão cozido ou qualquer legume, batido no liquidificador, processador ou mixer
  • temperos: sal, alho moído, cebola picadinha, salsinha picadinha, pimenta-do-reino em pó, etc
  • para dar liga: farinha de mandioca

Misture tudo numa bacia, cheque se está bom de tempero.

Vá adicionando a farinha de mandioca aos poucos, 2 colheres de cada vez, mexa e veja se a massa está boa de se trabalhar, não pode ficar molenga. Cuidado também para não adicionar muita farinha para não ficar seco demais.

Depois, modele no formato que quiser: bife, almôndega ou nuggets, e frite, grelhe ou asse!
Bom apetite!



Bifes de arroz

Cuscuz de tapioca / Leite condensado vegan caseiro

Cuscuz de tapioca

Cuscuz de tapioca 

Numa das minhas visitas às livrarias Saraiva, que eu adoro, achei num livro de culinária uma receita de cuscuz de tapioca. Nunca tinha feito, e como eu amo receitas típicas brasileiras, decidi tentar em casa.

As medidas são bem simples:
  • 500 ml. de água
  • 500 ml. de leite de côco
  • 500 gr. de polvilho de mandioca (usei azedo)
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 xícara de côco ralado
  • 1 pitada de sal
Aquecer os líquidos e juntar aos poucos os sólidos, misturando com as mãos. Colocar numa fôrma e levar à geladeira.

Acho que é só isso. Na primeira tentativa, ficou muito duro porque eu não coloquei quase água. Depois de gelado, endureceu demais, daí adicionei água e levei para gelar novamente, daí sim ficou com a consistência perfeita.

O pessoal fala que é bom com leite condensado (tem versão vegan industrializada da Olvebra, mas fazer caseiro é fácil, receita abaixo), mas comemos com geléia de ameixa caseira, eu que fiz. Geléia é super simples né gente, basta levar ao fogo as frutas com açúcar, ir mexendo, esperar até começar a desgrudar do fundo da panela.


Receita de leite condensado caseiro
  • 1 xícara de água
  • 1 xícara de leite de soja em pó
  • 1 xícara de açúcar
  • gotinhas de baunilha
Bater no liquidificador e manter na geladeira.


Cuscuz de tapioca

Cuscuz de tapioca com geléia de ameixa

Cuscuz de tapioca com geléia de ameixa


Estrogonofe vegano

Estrogonofe vegan

Estrogonofe vegan

Um dos meus pratos preferidos é estrogonofe. Lembro que comia muito quando criança, mas frequentemente deixava a carne no prato. Enfim, a versão vegan é bem melhor, uma vez fiz até de banana, copiando do restaurante vegetariano Anna Prem - Aclimação, estava uma delícia lá.

Esta semana fiz estrogonofe para o jantar, com um pouquinho de esforço não usei molho enlatado.

Até que foi fácil fazer molho de tomates caseiro:
  • coloquei 6 tomates na panela de pressão com 1 dedinho de água, cozinhei por 5 minutos;
  • após, com uma escumadeira transferi os tomates para o liquidificador, bati para deixar um creme homogêneo;
  • coloquei esse molho de tomates novamente na pressão, juntei 1 copo de água, cozinhei por mais 15 minutos;
  • na verdade, podia ter deixado até mais tempo para o molho apurar mais. Mesmo assim, ficou ótimo! 
  • temperei com: sal, pimenta-do-reino, 1 pitada de açúcar mascavo.

Para fazer a proteína de soja:
  • deixei-a de molho 5 minutos em água morna, em seguida escorri;
  • peguei a frigideira "wok" de ferro, coloquei um fio de óleo de amendoim, fritei a proteína de soja por alguns minutos até dourar bem. Fica perfeito! 
  • caso queira, pode flambar: colocar 1 xícara de conhaque sobre a proteína de soja, virar levemente a panela para o lado da chama do fogo, e deixar pegar fogo até a chama apagar. Fica um gostinho gostoso, mas somente com o processo de "defumar" na panela wok também funciona.

Daí é só adicionar ao molho de tomates leite de côco ou creme de leite de soja. Ponha a gosto, o tanto que você queira. Coloque cogumelos champignons se quiser (aqui em casa o Steve não gosta). É de praxe servir com batata palha ou palito, mas também fica bom com batatas coradas.




Lanche árabe vegano

Quibes de salsinha


Quibe de salsinha

Semana passada nossos amigos Miriam e André vieram jantar em casa. O Steve tinha feito um jantar oriental, apesar de delicioso ficou picante demais, ninguém conseguiu comer. Daí eles sugeriram telefonar para uma casa de comidas árabes que conheciam, Halim, tinha ótimas opções veganas.

Que delícia! A Miriam sugeriu: quibes de salsinha, esfirras de azeitona e falafel, tudo livre de derivados animais. Geralmente, nas casas árabes sempre tem esse tipo de opção vegana. Mas dessa casa estava divinamente delicioso, adoramos!



Recheio do quibe de salsinha

Esfirras de azeitona
Recheio do sanduíche de falafel