sábado, 12 de janeiro de 2013

Tempurá vegano

Tempurá de batatas e cebolinha

Alternativa rápida para o jantar

À noite o Steve fez tempurá de batatas com cebolinha.

Ingredientes:
  • cenoura e batata em tirinhas compridas (pode utilizar ralador grosso na transversal)
  • cebolinha picadinha 
  • sal a gosto
  • farinha de trigo
  • óleo para fritar

Misture a farinha de trigo na água até formar um creme consistente, mexa com garfo.
Passe os legumes nesse creme e frite imediatamente em óleo quente.
Escorra em papel toalha e sirva imediatamente.


Flans veganos nos supermercados

Flans veganos

Linha Naturis Soja da Batavo

Fico muito feliz quando encontro opções veganas de sobremesas em supermercados, como a linha Naturis Soja da Batavo. Sei que a marca é famosa por seus laticínios, mas prestigio os produtos sem derivados animais, pois se muita gente fizer o mesmo também, eles vão dar mais importância para essa linha.

Um dos princípios do Veganismo é boicotar produtos derivados de animais, prestigiando produtos livres de ingredientes animais. Assim, as indústrias sentem a diferença.

Veja aqui mais sugestões de produtos livres de origem animal.

Polenta bolonhesa vegana fácil

Polenta bolonhesa vegana fácil


Jantar rápido e fácil

  • 300 gramas de farinha de milho fina (fubá)
  • 1,5 litro de água
  • sal, cebola em pó, pimenta-do-reino
  • 1 colher de óleo

Fiz polenta esta semana. Cozinhei 300 gramas de farinha de milho fina (fubá) com 1,5 litro de água, sal, cebola em pó, pimenta-do-reino e uma colher de óleo.

Depois untei com óleo uma assadeira, despejei a polenta e cobri com molho de tomates e proteína de soja. Levei para assar por 20 minutos, ai que delícia! O Steve e eu comemos metade da assadeira.





Tapioca com tahine e melado de cana

Tapioca com tahine e melado de cana

Café-da-manhã

Dicas para recheio de tapioca:
  • geleias de frutas
  • margarina sem derivados animais (creme vegetal)
  • mortadela de glúten
  • hommus
  • patês de tofu
  • creme de amendoim
  • tahine com melado de cana
  • queijo vegano (comprado pronto em supermercados)

Bife de glúten

Almoço vegano bem brasileiro


Esta semana fiz bife de glúten, delícia como sempre. Fiz também uma farofa de milho temperada com gengibre ralado e azeite de dendê, que demais! Acompanhando arroz integral e feijão preto com bastante alho frito.


Bife de glúten

Ingredientes:
  • 1 xícara de glúten em pó (não é a farinha de glúten, tem de ser glúten puro)
  • 1 xícara de água
  • 1 colher de farinha de trigo refinada

Modo de fazer:

Misture a farinha de trigo no glúten, adicione a água, misture até formar uma bola que nem chiclete.

Em seguida coloque-a numa panela, cubra com água e leve para ferver aproximadamente por 15-20 minutos no fogo baixo. Pode virar a bola na metade do tempo, se desejar.

Depois, esfrie e corte como desejar: em tirinhas, na longitudinal, em cubinhos, e use nos pratos que quiser.

Ah, na foto, cortei o glúten em tirinhas, coloquei 2 colheres de óleo de amendoim na frigideira, dei uma leve fritada, temperei com sal, pimenta-do-reino e orégano. Pode fritar com cebolas fatiadas, também fica bom.

domingo, 6 de janeiro de 2013

Bolo de chocolate, pastéis e hamburguer




Lanchinho para o jogo

Hoje à noite o Steve assistiu ao jogo de beisebol do Seattle Seahawk aqui em casa com um amigo. Resolvi fazer umas guloseimas pros rapazes. Comecei com bolo de chocolate simples, decorado com morangos frescos.


Bolo de chocolate vegano


Ingredientes:
  • 2 xícaras de farinha de trigo;
  • 1 xícara de açúcar;
  • 1 xícara de água;
  • 1/4 xícara de óleo, azeite ou óleo de côco;
  • 4 colheres de cacau em pó;
  • 1 colher de fermento.

Ligue o forno no médio.

Numa bacia, misture os ingredientes secos e depois o óleo, aos poucos a água (se quiser adicione avelãs, castanhas, uvas passas ou nozes moídas), por último, 1 colher de fermento.

A consistência da massa deve estar cremosa de quando você virar a bacia, a massa acompanha o movimento, ou seja, massa nem muito consistente nem líquida demais (senão sola o bolo). Se estiver pesada pode adicionar mais água, bem aos poucos.

Asse até sentir cheirinho de coisa boa! (aproximadamente 45 min. ou mais)


Calda para cobertura:
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 xícara de extrato de soja
  • 1 xícara de água
  • 2 colheres de cacau em pó
  • opcionais: 2 gotinhas de essência de baunilha, 1 colher de margarina 100% vegetal (creme vegetal)

Bata os ingredientes no liquidificador por 1 minutinho, vai virar leite condensado. Leve ao fogo baixo mexendo sem parar até ficar cremoso. Despeje imediatamente sobre o bolo.


Pastelzinho de broto de feijão
  • massa para pastel sem banha animal
  • 1 pacote pequeno de broto de feijão (comprado em lojas de produtos orientais)
  • sal, cebola, alho e cebolinha picada

Refogue rapidamente em 1 colher de óleo o sal, cebola, alho e cebolinha picada, e misture no broto de feijão já lavado e escorrido.

Monte os pastéis, colocando uma pequena quantidade de recheio e fechando as bordas com garfo.
Frite em óleo quente.

Depois, fiz também hamburger de proteína de soja.


Vegburger 

Ingredientes:
  • 1 xícara de proteína de soja miúda;
  • temperos a gosto: sal, orégano, curry, gotas de limão.

Coloque a proteína de soja na água morna por 5 minutos. Depois esprema bem a PVT (proteína vegetal texturizada) na mão ou em coador de voal.

Numa bacia junte tudo e polvilhe farinha de mandioca ou de trigo, misturando bem. Tente moldar em formato de hamburger; se não der, polvilhe novamente com farinha de mandioca, misture bem e tente de novo.

Agora é só fritar, assar ou grelhar!




hamburguer de proteína de soja

Vatapá vegano

Vatapá vegano


Assim pela foto não dá prá imaginar como fica delicioso o vatapá, prato típico da Bahia. Mas pelos ingredientes você pode sentir a deliciosa combinação. É fácil fazer a versão vegan:


Vatapá vegano

Ingredientes:
  • 1 xícara de castanha de caju, 1 xícara de amendoim
  • 1 tomate, 2 cebolas, 1 pimentão verde, coentro e salsinha a gosto
  • 2 pães de sal de molho no leite de côco
  • temperos a gosto: sal, pimenta-do-reino
  • azeite de dendê

  1. Bata no liquidificador a castanha de caju com o amendoim até virar uma farinha, em seguida coloque essa farinha numa panela com 4 colheres de azeite de dendê. Reserve
  2. Bata no liquidificador: tomate, cebolas, pimentão e os verdinhos até virar um creme. Coloque também na panela, junto com a farinha de amendoim. Reserve.
  3. Nessa panela, coloque agora os pães de molho no leite de côco, ligue o fogo no médio e vá mexendo até começar a desgrudar do fundo da panela. Pronto!

O vatapá é para ser servido com acarajé (bolinho frito de feijão fradinho no azeite de dendê), mas às vezes eu faço somente o vatapá, e sirvo com arroz e ervilha partida cozida. Muito saboroso!

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Sanduíche de mortadela de glúten

Sanduíche de mortadela de glúten

Sanduíche 100% vegetal

Pelo jeito, o Steve dominou mesmo a cozinha. Eu adorava cozinhar quando morava na casa da Santa Cruz, mas agora parece que o cozinheiro oficial da casa é masculino. Hoje ele preparou um delicioso sanduíche de glúten (Glutadela, à venda na Zona Cerealista de São Paulo)! Divino!

Ingredientes:
  • pimentões
  • cebola
  • maionese vegana
  • coentro
  • mortadela vegana
  • pão francês sem derivados animais

Simplesmente monte seu sanduíche e delicie!

Prá completar o dia, à tarde tínhamos ido na mais famosa sorveteria de São Paulo, a Soroko, pelo menos prá nós, veganos e vegetarianos em geral, é o local mais tradicional e prestigiado. Os sorvetes, todos caseiros, são elaborados com frutas frescas, e podem ser encontrados nos sabores: limão, laranja, morango, tamarindo, kiwi, graviola, cupuaçu, uva, maracujá etc. O primeiro freezer é todinho vegan. O dono do estabelecimento entende o público vegano e tem a maior consideração. Dica: peça calda de chocolate vegano quente por cima do sorvete.

Sorveteria Soroko - funciona de 2ª a domingo. Opções vegans: os sorvetes veganos localizam-se no primeiro freezer.
Rua Augusta, 305 - Consolação - tel: 11 3258-8939

Mais opções de restaurantes veganos aqui.




Sorvetes veganos

Café-com-leite de avelãs

Leite de avelãs

Leite de avelãs

Não fico sem meu café-com-leite, mas leite vegano, claro! Amo os leites caseiros: de castanha-do-pará, de amêndoas, avelãs, gergelim etc.

Tão fácil fazer os leites veganos!

Ingredientes:
  • 1/3 do copo de avelãs, castanhas ou amêndoas cruas e sem sal
  • restante do copo com água
Basta bater no liquidificador a fruta oleaginosa que escolher, coar no voal e pronto!
É importante coar nesse paninho para o leite ficar lisinho.
Esquente e beba com café, adoce a gosto com melado de cana, açúcar mascavo, noz-moscada ou canela, ou beba puro.

Importante: não ferva senão coagula.

Rabanada de panetone / Anéis de cebola

Rabanada de panetone

Rabanada de panetone

Rabanada é uma bomba, mas é bom. Melhor ainda se for vegan! Esses dias fiz rabanada de panetone. A receita original diz prá se fazer com pão fatiado, mas com panetone é ainda mais gostoso.


Ingredientes da Rabanada de Natal:
  • panetone fatiado
  • leite condensado de soja
  • margarina 100% vegetal (creme vegetal)

Basta passar as fatias de panetone ou pão no leite condensado vegano, depois fritar na frigideira com uma colher de margarina vegana sem derivados animais. Frite dos dois lados.

Disponha as fatias num prato e polvilhe açúcar e canela.


Leite condensado de soja caseiro:
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 xícara de extrato ou leite de soja em pó
  • 1 xícara de água
  • opcional: gotinhas de baunilha

Bater bem no liquidificador e está pronto.

Também fiz anéis de cebola.


Anéis de cebola
  • farinha de trigo branca
  • temperos: sal, pimenta-do-reino, orégano
  • farinha de rosca sem derivados animais ou farinha de mandioca
As fatias de cebola eu empanei fazendo um creme de farinha de trigo branca água e temperos como sal e orégano, mexendo com um garfo.

Mergulhe as fatias de cebola nesse creme e passe na farinha de rosca, ou não.
Frite em seguida, mergulhando em óleo quente um a um.


Anéis de cebola