terça-feira, 2 de abril de 2013

Estrogonofe vegano

Estrogonofe vegan

Estrogonofe vegan

Um dos meus pratos preferidos é estrogonofe. Lembro que comia muito quando criança, mas frequentemente deixava a carne no prato. Enfim, a versão vegan é bem melhor, uma vez fiz até de banana, copiando do restaurante vegetariano Anna Prem - Aclimação, estava uma delícia lá.

Esta semana fiz estrogonofe para o jantar, com um pouquinho de esforço não usei molho enlatado.

Até que foi fácil fazer molho de tomates caseiro:
  • coloquei 6 tomates na panela de pressão com 1 dedinho de água, cozinhei por 5 minutos;
  • após, com uma escumadeira transferi os tomates para o liquidificador, bati para deixar um creme homogêneo;
  • coloquei esse molho de tomates novamente na pressão, juntei 1 copo de água, cozinhei por mais 15 minutos;
  • na verdade, podia ter deixado até mais tempo para o molho apurar mais. Mesmo assim, ficou ótimo! 
  • temperei com: sal, pimenta-do-reino, 1 pitada de açúcar mascavo.

Para fazer a proteína de soja:
  • deixei-a de molho 5 minutos em água morna, em seguida escorri;
  • peguei a frigideira "wok" de ferro, coloquei um fio de óleo de amendoim, fritei a proteína de soja por alguns minutos até dourar bem. Fica perfeito! 
  • caso queira, pode flambar: colocar 1 xícara de conhaque sobre a proteína de soja, virar levemente a panela para o lado da chama do fogo, e deixar pegar fogo até a chama apagar. Fica um gostinho gostoso, mas somente com o processo de "defumar" na panela wok também funciona.

Daí é só adicionar ao molho de tomates leite de côco ou creme de leite de soja. Ponha a gosto, o tanto que você queira. Coloque cogumelos champignons se quiser (aqui em casa o Steve não gosta). É de praxe servir com batata palha ou palito, mas também fica bom com batatas coradas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário