sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Bolo muito doce sem açúcar!

Bolo crudívoro de morangos


Bolo doce sem açúcar

Estou amando as sobremesas crudívoras, sem açúcar ou nada de artificiais. Hoje fiz um bolo de morangos.

Eu precisava de uma fôrma de aro removível. Como não comprei ainda, resolvi forrar o fundo de uma fôrma de vidro com filme plástico, e deu certo. Mas a sobremesa fica mas bonita se sair de dentro de uma fôrma adequada.


É muito simples fazer um bolo crudívoro:

  • tem a camada de baixo, que geralmente é uma mistura de castanhas com ameixas batidas no liquidificador ou processador de alimentos, se vc tiver um. Tem de alisar bem essa massa com uma espátula no fundo da fôrma;
  • a segunda camada é feita de um leite bem concentrado de castanhas ou nozes. Bem concentrado mesmo, 1 copo de castanhas pra 1 copo de água. Você pode variar adicionando frutas congeladas ao leite, aqui eu adicionei morangos. Pra adoçar: 1 ou 2 bananas congeladas, ou tâmaras desidratadas, ou ameixas passas, etc;
  • a camada final ou cobertura é a decoração, feita de frutas frescas ou desidratadas picadas. Leve ao freezer. Pronto, agora você tem seu bolo crudívoro e suas infinitas combinações!


Dicas

Antes de servir, retire do freezer 30 minutos antes.

Você pode utilizar uma espátula para cortar o bolo. Pra facilitar o processo, esquente um pouco de água numa caneca e vá molhando a espátula na água quente.

Se for guardar o bolo de volta no freezer, feche muito bem com filme plástico ou se tiver uma embalagem de vidro com tampa, melhor, pro bolo não pegar cheiro dos vapores do freezer.


Vantagens

Você pode comer esse bolo inteiro que não vai passar mal. Afinal, estará comendo somente frutas! Agora, imagine o estrago que um bolo convencional feito à base de gordura e ovos (puro colesterol), farinha e açúcar refinados, tudo isso ainda assado, faz no corpo humano?

O açúcar das frutas entra lentamente no nosso organismo, não sendo prejudicial. Resultado: energia o dia inteiro. Porém, quando consumimos açúcar artificial, temos energia somente naquele momento, resultando em posterior fadiga. A longo prazo, causa inúmeras doenças como diabetes e depressão.


Bom apetite!



O filme plástico debaixo do bolo

Nenhum comentário:

Postar um comentário