Meu artesanato

Amo artesanato! Você pode reutilizar objetos que seriam destinados à reciclagem, pondo em prática um dos "3 R's" da sustentabilidade: reduzir, reutilizar, reciclar. Além de fácil e gostoso de fazer, fica lindo em casa, e você também pode presentear alguém querido.


Mandala

Utilizei uma assadeira de metal que eu não queria mais, um espelhinho, pastilhas de vidro coloridas e rejunte para azulejos. Pra criar o ganchinho no verso, fiz um furinho e parafusei um anel de latinha de cerveja



Flores de papel em garrafas de vidro


Adoro fazer flores de papel e pintar com tinta PVA. Aqui fiz dois tipos de flores: umas de papel-presente, outras de papel-sulfite e pintadas de dourado e vermelho, e cabinhos verde-escuro. Prá arrematar as flores, você pode usar qualquer fita que tenha em casa, depois a tinta verde-escura cobre tudo.

As garrafas, depois de limpar bem, numa delas colei papel-presente xadrez com cola branca comum; na outra, pintei o rótulo com tinta vermelha PVA, em seguida pintei coraçõezinhos brancos.

Essas flores são de tecido



Cabideiro de madeira para banheiro


Eu queria muito pintar peixinhos, e queria também um cabideiro para o banheiro. Pronto: a combinação perfeita. Resolvi usar um pedaço de madeira que eu havia separado, só faltavam os ganchinhos que o Steve logo arranjou. Tinta para artesanato e verniz fosco solúvel em água para proteger.

O resultado: duas peixinhas conversando e cores muito alegres!



Tela de gatinhos


Essa tela foi uma das que fiz na época em estava mentalizando um amor na minha vida. Não acertei de primeira, tive de repintar várias vezes, mesmo assim, achei o resultado maravilhoso no final. E hoje essa tela harmoniza nosso quarto de casal. Tinta comum para artesanato.



Porta-toalha de cozinha


Achamos um pedaço de madeira na rua e resolvemos guardar. Eu havia ido a uma exposição no Parque Ibirapuera sobre favela e fiquei com umas ideias maravilhosas na cabeça, vi uns toalheiros para banheiro, cozinha etc. Pronto, combinação perfeita!

Peguei uma das minhas colheres de pau, pedi pro Steve furar nas 2 extremidades, ele também pregou-a na tábua, em seguida pintei. Foi uma das pinturas mais fáceis e rápidas que fiz, e amei o resultado! Utilizei tinta PVA e por cima verniz fosco solúvel em água.



Estante de madeira para cozinha

Nem dá prá imaginar que achamos essa estante numa caçamba. O Steve consertou a estrutura e eu pintei com tinta PVA. Achamos demais! Agora virou paneleiro e fica na cozinha, guardando panelas e nossos livros de receitas vegans.




Tela de passarinhos


Essa é outra tela da época que eu mentalizava um companheiro para mim. Utilizei tinta PVA sobre tela.



Porta-casacos


Esse cabideiro ou porta-casacos é outro exemplo de reaproveitamento de material: pedaços de madeira e de bambu. Se não fosse o Steve, essa obra nem existiria rs! Utilizei tinta PVA verde-bandeira para o fundo, e desenhei umas tulipas para alegrar. Dei uma mão de verniz fosco solúvel em água.



Pintura sobre cartolina


Aqui pintei a Tinha e o Tinho, eles estão perfeitamente retratados rs. Acertei de primeira pintar os gatos, mas as flores não, tive de refazer, mas o resultado é maravilhoso. Trabalho sobre cartolina e tinta PVA.



Tela de fotografias


Achei essa tela jogada numa caçamba, nem pensei, peguei e levei para casa. Não sabia direito o que fazer, estava um pouco empenada. Limpei bem, pintei com tinta para artesanato vermelha e imaginei que seria um ótimo quadro para colocar fotos nossas!

O resultado ficou lindo, agora essa tela fica no nosso quarto para harmonizar ainda mais o ambiente. É uma ótima sensação todo dia, ao acordar e antes de deitar, ver imagens nossas de viagens, passeios, da gente feliz... assim perpetuam-se os bons momentos.



Flores de revista / jornal


Esse artesanato é um passatempo: enrolar tirinhas de jornal ou revistas, arrematar com durex, pintar com tinta PVA, depois montar flores, bichinhos etc... adoro! Quadrinhos da loja do real, também pintei as molduras; colei as flores com cola branca comum.



Mosaico

Mosaico sobre tábua de madeira, que transformei em  mesinha de sala; utilizei pastilhas de vidro e azulejos perdidos

Meu 1º mosaico, então rack para televisão




Mesa de madeira maciça

Betume na mesa de madeira, e pátina nas cadeiras! O revestimento das cadeiras ficou por conta do Steve

Comentários

Postagens mais visitadas